A arte em silêncio

by

É com muito pesar que informo o falecimento de um dos maiores gênios da arte moderna; morreu hoje, aos 84 anos, Marcel Marceau, um dos mais célebres mímicos do planeta.

Marcel, que ficou mais conhecido pelo seu personagem BIP, inspirado em Charles Chaplin, rosto pintado de branco e expressão dramática, é um dos artistas franceses mais conhecidos pelo mundo, além de atuar no teatro, também teve participações em filmes como “Barbarella” (1968) e “A última loucura de Mel Brooks” (“Silent Movie”, 1976), o qual, ironicamente, era o único personagem que tinha uma fala: “Não!”.

Marceau deve ser enterrado nos próximos dias no cemitério de Père Lachaise, em Paris.

“O silêncio não tem limites; para mim, os limites são impostos pelas palavras.” M.M.

Com vocês: Le Dompteur (O Instrutor)

Fonte: Estadão

Uma resposta to “A arte em silêncio”

  1. Emily-SemQuererSaiu Says:

    é…definitivamente, Papai do Céu leva pra perto só quem é bom!

    =P

    *brigada pela help hoje!
    =*

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: